Hudson Moura

[ français | english ]


Pesquisador e professor de cinema, comunicação e literatura.

PhD em Cinema e Literatura pela Universidade de Montreal no Canadá e Mestre em Comunicação e Semiótica pela PUC-SP.

Pós-doutoramento em Cinema Intercultural na School for the Contemporary Arts da Universidade Simon Fraser em Vancouver, Canadá.

Ministrou cursos sobre cinema, comunicação, vídeo, fotografia e literatura na Simon Fraser University em Vancouver, Faculdade Novo Milênio, Faesa e Faculdade Cândido Mendes em Vitória, na Universidade Federal de São Carlos em São Paulo (UFSCar) e na Universidade de Montreal no Canadá.

Coordena a linha de pesquisa cinema e oralidade e o dossiê Jerusa Pires Ferreira no Núcleo Poéticas da Oralidade do Centro de Pesquisa estudos da oralidade da PUC-SP, o qual é associado desde 1994.

É pesquisador associado do Centro de Pesquisas sobre a Intermídialidade (CRI – Centre de Recherches sur l’Intermédialité) (http://cri.histart.umontreal.ca/cri/fr) da Universidade de Montreal – Canadá e do grupo de estudos Comunicação e Cinema (http://lattes.cnpq.br/buscaoperacional/detalhegrupo.jsp?grupo=03356092EOV4GQ) da UFSCar - Universidade Federal de São Carlos - São Paulo.


Currículo-vitae Lattes CNPq

Bibliografia

L’EXPÉRIENCE ET L’INFINI FACE À L’EXIL CHEZ TARKOVSKI : DE BATAILLE À BLANCHOT. Maurice Blanchot, de proche en proche. Coll. Compagnie de Maurice Blanchot. Ed. Eric Hoppenot. Editions Complicités. Paris. (no prelo)

A SEDUÇÃO DO CINEMA NARRATIVO. O CINEMA DE GÊNERO CONQUISTA OS CINEASTAS DA RETOMADA: O TERROR DRAMÁTICO DE SALLES E O AÇÃO-SUSPENSE DE MEIRELLES, Revista Sinopse, Eca/Edusp, Universidade de São Paulo. (no prelo)

AS FRONTEIRAS INTERMIDIÁTICAS DO EXÍLIO NO CINEMA INTERCULTURAL, Socine-Revista Olhar, Universidade Federal de São Carlos – São Paulo. (no prelo)

O BRASIL É NEGRO. VANCOUVER CELEBRA A MÚSICA BRASILEIRA ATRAVÉS DO OLHAR ESTRANGEIRO. [http://www.intermidias.com/anterior/espe_hudson_vancouver.htm] Intermídias, outubro 2005.

WALTER SALLES – BIOGRAFIA. Vidas Lusófonas [http://www.vidaslusofonas.pt/walter_salles.htm], Lisboa, Portugal, 2005.

ENTREVISTA CON WALTER CARVALHO – DIRECCIÓN (Versão em Espanhol). Sumérgete 25 Foro Internacional de la Cineteca Septiembre 2005. Conaculta and Cineteca Nacional de Mexico, 2005, pp. 107-110.

GLAUBER ET L’IMAGE-EXIL DANS CLARO. In: Revista CINÉMAS. Mémoires et médiations entre l’Europe et les Amériques, organizado por Johanne Villeneuve e Marie-Pascale Huglo. [http://www.erudit.org/revue/cine/2004/v15/n1/index.html] Montreal, Outono 2005, vol 15, nº 1, pp. 81-103.

A NARRATIVA E A ESTÉTICA DO CINEMA DOCUMENTAL BRASILEIRO CONTEMPORÂNEO NAS OBRAS DE EDUARDO COUTINHO. In: Revista Olhar. Universidade Federal de São Carlos – São Paulo, eds. 10 e 11 pp. 17-26.

O EXÍLIO E A MORTE SIMBÓLICA NO CINEMA E NA LITERATURA POPULAR DOS HOMENS QUE VIRARAM SUCO. Biblioteca On-line de Ciências da Comunicação [www.bocc.ubi.pt] 17/05/2005.

A PROPÓSITO DOS SEGREDOS DO DOCUMENTÁRIO. Revista Intermidias.com. Ano 1, número 2, 01/03/2005. [http://www.intermidias.com/anterior/categorias/espe_segredos.htm]

A CONSTRUÇÃO MEMORIAL DO OLHAR FOTOGRÁFICO. Revista Intermidias.com. Ano 1, número 1, 07/11/2004.[http://www.intermidias.com/anterior/categorias/arte_hudson_olhar.htm]

UMA ODE AO CINEMA CAPIXABA. Revista Target, edição 26, Dezembro/2004, p. 47. [http://www.intermidias.com/txt/Pagina Hudson_Texto_Cinema capixaba1.pdf]

ÍCONE DO FAROESTE. A Gazeta. Caderno 2, p. 06, 06/08/2004.

O SILÊNCIO E A SOMBRA DA MORTE EM ABRIL DESPEDAÇADO In : Cinemaes/Debate [http://www.maes.es.gov.br/cinemaes] Secretaria Estadual de Cultura do Espírito Santo, Museu de Arte do Espírito Santo, Vitória – ES.

L’IMAGE-EXIL – Tese de doutorado. PhD em Cinema e Literatura. Université de Montreal, Canadá, 350 p., 2002.

DES MOUVEMENTS ET DES PASSAGES DANS L’ESPACE DE L’INTERMÉDIALITÉ. In: VISIO, Le visuel à l’ère du post-visuel I/The Visual in the Age of the Post-Visual I. Revue de l'Association internationale de sémiotique visuelle (AISV). Université de Laval, Québec, vol. 8, nº. 1-2, printemps-été, pp. 353-360.

A CHEGADA. (Conto de ficção) In : HÉLIOS, n. 3, vol. 4, Montréal, abril 2000.

ORALIDADE E FABULAÇÃO NO CINEMA DOCUMENTÁRIO. In : Oralidade em Tempo e espaço. Colóquio Paul Zumthor. Org. Jerusa Pires Ferreira. São Paulo, Educ/Fapesp, 1999. pp. 173-182.

O ESTADO DAS COISAS NO TEMPO E ESPAÇO DE WIM WENDERS. In : Revista APG, São Paulo, PUC, 1997, pp. 55-65. [http://www.intermidias.com/anterior/categorias/ed_oestadodascoisas.htm]

MEMÓRIA E EXÍLIO. O CINEMA DE VLADIMIR CARVALHO. Dissertação de mestrado em Comunicação e Semiótica. PUC-SP, 157 p., 1996.

VALE DE TIA NEIVA. CONSTRUÇÃO DE UMA UTOPIA. (Ensaio fotográfico). In : O SEMIOTICO. São Paulo, PUC, agosto 1995.


Documentários

OS ARQUIVOS SECRETOS DE AMYLTON. Documentário sobre o cineasta, documentarista e critico de cinema Amylton de Almeida. Direção e roteiro. 54min, 2004. [http://www.intermidias.com/anterior/bx_especiais.htm]

RICARDO SÁ. RETROSPECTIVA: DA RESISTÊNCIA A SABOTAGEM. Vídeo-documentário. Coordenação e argumento. Direção: Julio Munhão. 19min, 2003.

A TEIA DE ORIDES. Vídeo-documentário. Direção e Produção: Hudson Moura, Suely Carvalho e Cleber Carminatti. 11min, 1997.