Chamada de textos – Dossiê Jerusa Pires Ferreira
Revista Intermídias/ Núcleo de Poéticas da Oralidade PUC-SP


A Revista Intermídias em parceria com o Núcleo de Poéticas da Oralidade da PUC-SP organiza uma homenagem aos 40 anos de ensino e pesquisa de Jerusa Pires Ferreira. O dossiê especial dedicado a sua vida e obra nos campos da literatura, comunicação e oralidade se comporá de resenhas de seus livros, de alguns de seus textos na íntegra, de sua biografia e uma entrevista inédita. Lançamos uma chamada a todos interessados e admiradores do trabalho da professora que queiram participar desse dossiê nos enviando suas mensagens, fotos, testemunhos ou histórias, além de textos que se ancorem nas reflexões e conceitos desenvolvidos por Jerusa Pires Ferreira. O envio deve ser feito até o dia 15 de dezembro.

Breves notas sobre a homenageada:
Jerusa Pires Ferreira começou sua carreira na Bahia, onde se graduou em Letras e se tornou Mestre em História Social pela UFBA. Já em São Paulo nos anos 80, doutora-se em Sociologia pela USP, onde virá a ser professora e livre-docente em Comunicação. Num percurso admirável, Jerusa orientou, até agora, mais de sessenta pesquisas de mestrado, doutorado e pós-doutorado. Como ensaísta e tradutora publica regularmente em jornais, livros e revistas nacionais e internacionais. Suas pesquisas abrangem importantes campos de investigação como oralidade, memória, cultura midiática, conto popular, literatura de cordel, novela de cavalaria entre outros temas que concernem à literatura, às artes e à comunicação. Em seu currículo já constam 20 livros e mais de 180 artigos publicados. Entre suas obras mais conhecidas estão “Armadilhas da Memória”, “Cavalaria em Cordel”, “O livro de São Cipriano” e “Matrizes Impressas do Oral”.

À parte sua obra pessoal, Jerusa Pires Ferreira é uma das principais divulgadoras no Brasil e no Canadá, principalmente, da espetacular obra do medievalista suíço-canadense Paul Zumthor, dirigindo um projeto tradutório no Brasil que já conta com os livros “A Letra e a Voz”, “Escritura e Nomadismo”, “Performance, Recepção e Leitura”, além de uma coletânea em sua homenagem intitulada “Oralidade em Tempo e Espaço”, resultado de um Colóquio que organizou na PUC-SP. Coordena também a coleção Editando o Editor, onde enfoca o trabalho de editores como Jorge Zahar, Jacob Guinsburg, Ênio Silveira, entre outros. Conferencista eminente, ela foi professora convidada de inúmeras universidades estrangeiras como a Universidade de Moscou na Rússia, de Calgary e de Ottawa no Canadá, da Universidade Autônoma de Barcelona e Brown University nos Estados Unidos.

Atualmente ensina na Escola de Comunicação e Artes da USP e no Programa de Pós-graduação em Comunicação e Semiótica da PUC-SP. Desde 1999 ministra cursos regularmente na Universidade de Limoges na França. Há doze anos coordena o Centro de Estudos da Oralidade na PUC-SP, onde organizou mais de dez colóquios e seminários internacionais.

Data limite para envio de textos: 15/12/2005
Revista Intermídias www.intermidias.com
hudson.moura@uol.com.br
Núcleo de Poéticas da Oralidade
Ludmila Brandão ludbran@terra.com.br